Tags

Somos o que fazemos. Nos dias em que fazemos, realmente existimos; nos outros, apenas duramos.

António Vieira (Lisboa, 6 de fevereiro de 1608 – Salvador, 18 de julho de 1697)

Anúncios